Blog

Encerramento do Seminário Social Good Brasil, dia 8 de novembro

18 de novembro de 2012 - Sem categoria -

O post de hoje é com tudo o que passou pelo palco do Social Good Brasil no último dia do Seminário.

Dia 8 – Ação “Inovação social ao alcance de todos”

Panorama: Uma nova economia em rede

Reinaldo Pamponet abriu o último dia do Seminário Social Good Brasil falando de ações social good na sociedade. “O grande desafio do social good é se integrar com o Good Economy. Precisamos juntas as coisas, somar e não separar como estamos acostumados. Essa não é a era do ‘ou’, é a do ‘e’”, afirma ele.

Em seguida Pamponet contou sobre a criação do itsNOON. “Queríamos articular ideias, pessoas e dinheiro. Por que não juntas as coisas para fazê-las em um mesmo espaço? E não se trata de dar dinheiro para ideias. Falamos aqui de novas práticas e ações.

Painel: Ambientes de inovação social

José Eduardo Fiates, do Sapiens Parque, foi o moderador do painel que falou sobre o funcionamento de ambientes que catalisam projetos inovadores.

Logo em seguida a Maria Augusta Orofino, também nossa professora aqui na Clear, falou que as pessoas têm dentro delas o potencial de fazer a revolução. Ela acredita que por mais que as pessoas sejam de uma geração anterior a geração X, elas podem e devem usar as novas tecnologias para a transformação. A Guta seguiu discutindo os requerimentos e necessidades para a criação de um ambiente propício para a inovação, além de receber muitos elogios como reconhecimento do excelente trabalho que tem realizado para Florianópolis e para o estado de Santa Catarina.

O Brasil é um país que tem um grande potencial de se tornar um polo de negócios sociais” – disse Renato Kyiama. Em seguida justificou sua colocação: “O país tem problemas de países pobres, mas também de países ricos”. Ele fala que o fato da economia ter se estabilizado faz com que as pessoas se arrisquem em novos empreendimentos. “O que falta é capital humano”, finaliza.

Renata Aquino, do The Hub Curitiba, disse que acredita nos espaços para pessoas que buscam um mundo melhor, como sendo um espaço muito propício para a inovação, unindo pessoas com ideias semelhantes.

A falta de dinheiro não é desculpa, tem muita gente querendo investir, faltam negócios. Nunca teve tanto dinheiro no mercado para negócios como hoje em dia”, disse Kiyama.

Apresentação das ideias finalistas do “Festival de Ideias Social Good Brasil”

Ao terminar o painel, logo foram chamados ao palco os idealizadores dos 8 projetos finalistas do Festival de Ideias Social Good Brasil. Cada projeto teve 3 minutos para ser apresentado e eu adorei todos. Achei as ideias excelentes e novamente o Seminário me surpreendeu: quanta gente bacana pensando em coisas inovadoras que trarão impacto positivo na sociedade! Eu prestei atenção nas apresentações, mas tava trabalhando e não consegui anotar todas as ideias, então indico a leitura do site oficial do SGB, que descreve cada projeto.

Guga Kuerten. Sou muito fã. Admiração e respeito por esse profissional.

O Guga Kuerten foi chamado ao palco para premiar o vencedor do Festival de Ideias, e como o evento é muito colaborativo, os jurados decidiram premiar todas as ideias. Muito bacana a iniciativa e incentivo!

Painel: Teste sua ideia

Esse foi o último painel do Seminário Social Good Brasil, que contou com a presença de Edgard Morato (Saútil), Daniel San Martin Pascal Filho (Fisiogames), Eric Santos (Resultados Digitais) e o investidor Rafael Assunção.

Os painelistas

Para começar, Eric falou que é importante saber o que o cliente quer ao invés de criar ideias com demandas incertas. “Em uma startup, evolução e progresso é aprendizado”. O Eric é uma pessoa que admiro demais, tive contato com ele pois utilizamos aqui na Clear o RD Station, plataforma da Resultados Digitais. Desejo muito sucesso a empresa, pois o RD e o Eric merecem.

Em seguida, Edgard contou sobre a criação do Saútil. “O projeto mudou várias vezes até ser lançado, e mesmo depois foram fazendo modificações com as sugestões do público”. Grande lição!

Daniel Pascal Filho falou da importância de fazer protótipos. “Temos que ter na cabeça isso: sonhar, ir atrás dos sonhos”. Concordo plenamente!

E para finalizar o painel, Rafael Assunção reforçou a ideia do Eric, falando que os empreendedores devem buscar os clientes, ao invés de apenas espalhar suas ideias nas redes.

Palestra internacional: Pequenas apostas, como ideias emergem de pequenas descobertas, com Peter Sims

Foto do Peter Sims que tirei pro meu Instagram.

Para aprender é preciso falhar”. Essa foi a principal mensagem deixada por Peter Sims durante a palestra de encerramento do Seminário.

Peter falou bastante sobre a Pixar, usando-a como exemplo de como pequenas apostas nem sempre são sucessos iniciais, mas são importantes para o crescimento de grandes ideias.

Nós pensamos que grandes ideias surgem apenas de grandes mentes como Steve Jobs, mas nós também temos o poder de decidir que apostas valem a pena” afirmou Peter.

Peter fala também que ao arriscar, nos sujeitamos a falhas, e que vemos as falhas como algo ruim. Então perguntou: “Quem aqui está disposto a arriscar algo novo?” e ficou feliz em ver que muitas pessoas levantaram suas mãos.

Ao longo de toda a palestra, Peter rodeou em torno de uma mesma coisa: “Tudo começa com uma pequena aposta!

Fim!

Logomarca da Clear Educação no banner dos Parceiros Disseminadores

3 dias de muito aprendizado e motivação. Tenho certeza que todos que tiveram por lá saíram com gostinho de quero mais e ideias a mil. (Se vocês assistiram pela Internet ou passaram pelo CIC em um dos dias do evento, me contem suas impressões nos comentários, vou adorar).

Agradeço mais uma vez, em nome da Clear Educação e Inovação, pela oportunidade de sermos parceiros disseminadores de um programa tão grandioso e inovador.

Sucesso ao Social Good Brasil e que venham os próximos seminários!

😉